17
Agosto
2011

Sobre Cigarros e Cercas

( 11 Votes ) Tweet me!

...Vinícius pega seu cigarro de uma caixa, brinca um pouco com ele em seu zippo e acende-o. Um trago. Dois tragos: 
"Quando eu cruzo os braços, me dou o direito de deixar um levantado para fumar, mesmo enquanto não estou fumando. Guilherme já mantém os braços sempre cruzados. O cara é ‘badass’. Do tipo que bate em bandido e faz a própria justiça. Quase um John Wayne do ABC. Devo admitir, não consigo identificar muitos traços sobre como ele fuma, além dos braços cruzados. Talvez seja porque eu sempre o vi fumar e tudo me pareça natural demais para saltar aos olhos."
...vai até a vitrola e coloca um disco.Pega o cinzeiro, que coloca sobre uma das caixas de som e se senta numa poltrona.
"O Ogro, por outro lado, tem um jeito de segurar o cigarro assim, ó, como aquele mafioso de Boardwalk Empire. Segura com os dedos indicador e do meio juntos, pinçando o cigarro com o polegar em contraponto. O anelar é quase aleatório, unindo-se aos outros dois quase sempre (e não apenas) ao levar o cigarro à boca. Altivo, econômico em seus movimentos, ele não esquece o cigarro entre os dedos. Bate as cinzas de longe, olhando meio de lado, sempre calmamente.O zippo dele sempre funciona! Ele pega o zippo com a mão direita na parte debaixo, a esquerda de fato abrindo o isqueiro devagar; com o polegar direito, gira a rodinha apenas uma vez e sempre acende. Sempre que ele empresta seu zippo a alguém, sempre funciona. Sempre que eu empresto o meu, por melhor que ele esteja funcionando comigo, a pessoa apanha! Eu já troquei a porra do pavio, tentei colocar mais ou menos fluído. Acho que, sei lá, o dele já veio melhor da fábrica!Ele sempre tem cigarros! Se não os tem com ele, tem um monte no porta-malas do carro. Marlboro vermelho, box; jamais maço!Sempre com um uísque on the rocks, lendo o Estadão ou algum jornal local. Gosta de discutir tanto quanto fala com iguais propriedade e eloqüência sobre política nacional ou sobre a briga por causa da cerca e do milho entre os vizinhos. Uma observação, uma piada, uma risada, um gole, um trago."

21
Março
2011

Semana Verde - Ajuda na divulgação - Marcha de Niterói

( 7 Votes ) Tweet me!

A Marcha da Maconha Brasil é um movimento social, cultural e político, cujo objetivo é levantar a proibição hoje vigente em nosso país em relação ao plantio e consumo da cannabis, tanto para fins medicinais como recreativos. É nosso entendimento que a atual legislação e política de repressão sobre o cultivo e utilização da maconha são fatores de aumento e fortalecimento da violência. E que todas as propriedades da planta devem ser aproveitadas, inclusive o potencial medicinal e econômico e quando isto for adequado sob o ponto de vista ambiental.

Esse ano ocorrerá a primeira Marcha em Niterói em 15 de Maio. Mas além desse espaço de manifestação, o coletivo vai oganizar uma semana de debates com a sociedade e formação dos militantes do antipoibicionismo. A Semana Verde ocorrerá de 09 a 15 de Abril, nos prédios da UFF e da Candido Mendes.

Programação da Semana Verde – de 07 a 14 de Abril em Niterói

- Dia 07/04, quinta-feira, às 21:00 hrs Cantareira
panfletagem, Falcatrua, batalha de MC´s e oficina produção de cartazes e textos.

- Dia 09/04, sábado, às 15:00 hrs Praia de Itacoatiara
panfletagem com todos vertidos de verde.

- Dia 10/04, domingo, às 16:20 hrs Praia de Icaraí
panfletagem com todos vestidos de verde e o Bloco Planta Na Mente.

- Dia 11/04, segunda-feira, às 18:00 hrs Faculda de Direito da UFF
Palestra Os danos da proibição e a necessidade da legalização
Maria Lúcia Karam, juíza, LEAP Brasil;
Orlando Zaccone, delegado de Policia Civil, LEAP Brasil.

- Dia 12/04, terça-feira, às 18:00 hrs Campus UFF Comunicação (IACS)
Exibição do Filme “Cortina de Fumaça

- Dia 13/04, quarta-feira, às 19:00 hrs Cândido Mendes Niterói
Debate sobre a legalização

- Dia 14/04, quinta-feira, às 18:00 hrs Campus UFF História(Gragoatá)
Palestra Proibição do que? Um debate sobre a legalização da maconha
Renato Cinco
, sociólogo, organizador do MLM (Movimento pela Legalização da Maconha);
André Barros, advogado da Marcha da Maconha do Rio e organizador do MLM;
Luiz Paulo Guanabara, membro da ong Psicotrópicos;
Thiago Rodrigues, prof. Ciência Política da UFF.


FESTA VERDE – Legalize Já

 

mais informações http://niteroi.marchadamaconha.org/

13
Dezembro
2010

1º FENACUCA - Festival Nacional de Cultura Canábica

( 2 Votes ) Tweet me!

cone13Fonte: hempadão

 

É chegada a hora de comemorar em alto estilo o I Festival Nacional da Cultura Canábica! Foram muitos inscritos, muitas ideias, muita difusão de conhecimento e arte sobre a erva. E enfim chega o momento mais legal da brincadeira: A festa do Festival!

A apresentação vai ficar por conta do Mc Maomé, que sempre levantou a bandeira da cannabis desde as primeiras batalhas de freestyle. A noite segue com entrega de prêmios e apresentações do Bloco de Carnval Planta na Mente e da Banda Oriente, com Mc Nissin e Cone Crew Diretoria, de longe a setlist mais enfumaçada da atualidade!

Além disso, exposição das artes e fotos do Festival. Venda do CD das melhores músicas com parte da renda destinada à Marcha da Maconha!

Concurso de "Tarperagem", brindes, promoções, e... entrada gratuita! Quem vem? Ajude a divulgar!

Para os leitores que não são do Rio e não poderão vir, vamos tentar transmitir o show ao vivo aqui pelo blog! Afinal, ninguém pode perder, mesmo de longe! Vai pegar fogo...

07
Agosto
2010

Nota

( 4 Votes ) Tweet me!

Caros visitantes e membros do Legalize Brasil,

Alguns notaram a ausência de novos artigos de minha parte neste site. Agradeço o incentivo recebido para continuar na luta e afirmo que persisto. A ausência é devida a  questões familiares que me tomaram tempo bem como a muito tempo de pesquisa que tenho dedicado ao assunto central deste site e outros assuntos relacionados.

Estarei em breve colocando o resultado de minhas pesquisas por aqui.

Lembro que o objectivo do site não ser somente um replicador de notícias mas também um local de debate e idéias.

Tenho descoberto que existe muito mais por detrás do que já levantamos em diversos artigos por aqui, e ainda com o fator das eleições neste ano, tenho me dedicado a estudar um pouco a relação entre as nossas leis, os legisladores e seus interesses, o efeito dessas leis na sociedade em suas diversas camadas além de possíveis caminhos alternativos ao caos em que vivemos. O que vejo até o momento é que a sujeira vai muito além do que eu sequer imaginava.

Peço que não deixem de participar e manter o site ativo, envie seus artigos e participem no fórum. Eu posso ter aberto as portas do site, mas o espaço é literalmente de todos, e o tempo tem sido limitado, portando precisamos TODOS nos manifestar, não somente absorver.

Nosso irmão BrunoLegalizeJá adicionou uma notícia no fórum sobre a campanha do Renato Cinco, vale conferir.

Até breve com minhas novas descobertas, espero ouvir as descobertas de vocês também.

Peace.

23
Abril
2010

Preconceito

( 1 Vote ) Tweet me!

Preconceito

 

Prefiro ser um homem de paradoxos que um homem de preconceitos

Jean Jacques Rousseau.

 

 

O preconceito é o maior de todos os motivos para a maconha ainda estar proibida, pois já sabemos que a cannabis planta que da origem a maconha pode ser usada para fins medicinais e industriais.

O preconceito é um juízo preconcebido, que na maior parte manifesta descriminação contra pessoas ou atitudes das mesmas.

Leite
Como dito anteriormente nós sabemos que a cannabis tem fins medicinais e indústrias porem a sociedade como um todo não tem esse conhecimento e é claro, devemos passar essa informação por meio de debates, palestras e até mesmo entre conversas com nossos amigos e familiares disseminando assim a verdade sobre essa planta.

Sem esquecer que sempre baseados em fatos sólidos sobre a mesma, pois se for debater um assunto com argumentos que não tem embasamento pode ter o efeito contrario o que esperamos.Pão

Quando se fala de maconha sempre vem na mente à imagem de uma pessoa queimando a mesma, com tudo sabemos que ela tem outras utilidades como mencionado acima entre outras como:

  • Confecção de Roupas.
  • Usos culinários em natura.
  • Fabricação de produtos derivados dela.
  1. Leite.
  2. Queijo.
  3. Óleo.
  4. Pão.
  5. Manteiga.

Então o que devemos fazer é pesquisar a fundo sobre o assunto e falar sem medo ou vergonha com todos a nossa volta para acabar de vez com esse preconceito e desinformação.

Quer ajudar a desembolar esta parada?

Desembolar
Registre-se no site e dê uma força colaborando com seus artigos. O objetivo é deixar ativistas chapados de informação.

Informação é o alimento da argumentação, temos uma grande barreira de preconceitos pela frente e para derruba-la precisamos de toda ajuda.

Tem essa moral? Então não fique de fora.